Camisinhas. Literalmente.

Quando eu era adolescente e estudava no antigo colegial entrou um aluno novo que tinha vindo de um seminário e desistido.
Na primeira festa que nós fizemos, ele ficou bebaço e eu me lembro que como ele era virgem, com 15 anos, tava doido pra transar, ele disse que queria ir a um puteiro mas ele tinha que levar camisetinhas. A gente riu e disse que ele tinha errado a peça de vestuário.
Mas no caso deste post, acho que ele estaria certo.
Infelizmente só achei essa foto, sem referência de quem fez isso, quem produziu, quem teve a ideia, nada.
Mas aqui vai uma galeria de camisinhas literais.
Ou roupas pro seu pau.
Ou como eu inventei agora, dick fashion, ou moda do caralho ou mais delicadamente, roupa pro seu pau.
Sempre no melhor sentido possível.
Moda do caralho

Anúncios

O anúncio gay da GAP.

Todo mundo sabe que a GAP é a Hering dos EUA.
Só que a diferença é qua ao invés de usarem os atores globais por aqui, os caras por lá são um pouco mais ousados.
Como por exemplo na campanha nova deles, “Be Bright”, esse outdoor visto em Los Angeles, bem friendly, e o título ótimo, “Be One”, com os dois modelos lindos usando a mesma camiseta.
Way to go, girl!